top of page
Notícias: Blog2

Assassino do indígena Ari Uru-eu-wau-wau foi preso hoje pela Polícia Federal em Rondônia.

"Que a justiça seja feita!"


Finalmente depois de 02 anos de muitas lutas em busca de respostas temos alguma. Hoje a Policia Federal de Rondônia prendeu o principal suspeito do assassinato do guerreiro Ari Uru Eu Wau wau, que integrava grupo de vigilância indígena contra a exploração ilegal na região e era referência entre os indígenas. Morreu em defesa do seu território. A prisão preventiva ( provisória) aconteceu durante a operação GUARDIÃO URU realizada pela PF de RO.

Ari Uru Eu Wau wau


*Entenda o caso*


ARI URU EU-WAU-WAU foi encontrado morto na manhã de 18/04/2020, caído na margem esquerda da RO 010, km 12, Jaru/RO, apresentando lesões no pescoço e cabeça. Inicialmente a Polícia Civil de Jaru/RO conduziu as investigações e, conforme relatório parcial apresentado em 2020, sugeriu o declínio de competência para a Justiça Federal, tendo em vista que uma das linhas investigativas levantadas era que o motivo da morte se relacionava com divergências no tocante à venda ilegal de madeiras na reserva indígena. Nesta fase da investigação a autoria do crime ainda era incerta. Após os tramites legais, a competência foi devidamente fixada na Justiça Federal no dia 26/05/2021 e, a partir deste momento, os trabalhos investigados foram conduzidos pela Polícia Federal.

Fonte: PF/RO


Segundo as investigações da polícia federal de Ji Paraná, as lesões, os vestígios e as circunstâncias apontaram para a ocorrência de morte violenta. Como o corpo não demonstrava sinais de autodefesa, uma das linhas investigativas apuradas pela Polícia Federal trata-se da hipótese de o autor do crime ter oferecido substância que, uma vez ingerida pela vítima, deixou ARI desacordado para então iniciar as agressões físicas que culminaram em sua morte. Posteriormente, conduziu o corpo para outro local.


De acordo com a PF o suspeito tem cumpre outro mandato de prisão preventiva devido a outra acusação de homicídio supostamente comedido 08 meses após a morte de Ari. As causas dos assassinatos ainda devem ser esclarecidos.


Texto: @lucienekaxinawa

Fonte: PF/Ji Paraná/RO

@coiabamazonia @apiboficial


223 visualizações0 comentário
bottom of page