O Universo e os espíritos da criação


Imagem: O universo de Palob

Ninguém ao certo sabe de fato como surgiu o universo, o espaço sideral, sabemos apenas que nele vivia nosso Pai, quem nos deu vida, quem nos ensinou a vive e nos deu nossa cultura, nossas regras, nossos costumes, seu nome é Palob, que pode ser traduzido para “nosso pai” ou “Deus”. Além de Palob, vivia no espaço outros espíritos que o ajudaram a criar o mundo que hoje conhecemos, más Palob foi quem criou os humanos e a maior parte do planeta que vivemos. Também nos ensinou que existe vários outros céus, com outras terras, outras vidas, outras florestas e esse nosso céu foi criado a partir de outros quatro céus pelo que se sabe e estamos ligados diretamente com esses quartos mundos diferentes.

Nosso pai pelo que se sabe, surgiu de si mesmo, ou sempre existiu, é assim que os mais velhos contam e foi assim que ele mesmo nos contou, ele veio de onde o sol nasceu, ou vive no próprio sol. Nosso pajé perpera em um momento de pajelança foi em viaje espiritual até a morada dos espíritos, acompanhado de dois espíritos que são seus guias e guardiões, Mixaconha, o grilo-espirito e Naraí, que é o bastão dos Pajés, que também é um espírito sagrado utilizado para chamar e conversa com os demais que vivem no universo. Lá onde Palob mora não tem terra, não tem floresta é como e fosse um mar sem fim, com ventos fortíssimos, parecendo uma grande tempestade que nunca acaba, no centro desse mar existe uma pedra que também é um espirito que se chama Ixaakila e é lá que Palob vive, em uma casa que parece vidro, más não é transparente, esse lugar que une todos os quatros céus que conhecemos, Ixaakila é a base comum, segurando os outros planetas como se fossem esferas. Fora da casa de Palob mora o grande fogo que também é um espirito e se chama Moqueinti, longe do grande fogo é frio como se fosse uma chuva forte com muito gelo.

Outros espíritos que ajudaram Palob a criar nosso planeta vivem em outro céu onde o chão é mole e lá existem muitas palmeiras diferentes das daqui e tem uma lagoa grande com água vermelha, no meio da lagoa tem uma rocha imensa, onde vive os espíritos Oikô, que são os urubus, são tantos que a rocha fica toda preta quando estão todos pousados nela, lá também mora Wine, que é um espirito importante dos urubus e já veio nos visita no passado. Nos outros céus moram os outros espíritos que também ajudam nosso Pai.


Escrito por Oyexiener Paiter Suruí


Obs: o relato de perpera e sua narração também está no livro “vozes da origem” de betty Mindlin. Pag 182. Narrado em 1992, por perpera.

103 visualizações0 comentário

metareila@metareila.org

Rua: Geraldo Cardoso Campos, 4343 - Josino Brito, Cacoal - RO, 76961-496, Brazil

CNPJ: 22.858.310/0001-84

©2021 por Associação Metareilá.